Sem categoria

Nosso corpo e o The Nu Project


Revistas e filmes, na indústria do entretenimento em geral o corpo feminino é sempre apresentado na forma mais utópica possível, seios simétricos, barriga lisa, pele perfeita, bem distante da realidade de um seio maior que outro, celulite e estrias, barriga saliente e pele com marcas. Tudo é válido na hora de vender aquilo que não é real.

Tal parâmetro foi tão difundido que cada dia mais vemos uma sociedade em busca do corpo perfeito, bem longe da realidade que abrange a preocupação com saúde, é apenas manter a carne bonita, igual aquela moça na revista e assim criamos a nossa ditadura da beleza, enfatizada por Umberto Eco, em que a necessidade de ser aquilo que não se é se torna algo tão grande e compulsivo que recorremos a intervenções cirúrgicas, roupas e artifícios para esconder aquilo que mais devíamos nos orgulhar: o eu.

Cada cicatriz, marca e imperfeição conta uma história, um momento. As estrias na barriga de mulher que já deu a luz, a cicatriz na perna da primeira volta de bicicleta, aquela gordura estrategicamente colocada pela vida no seu corpo, prova de que um dia você já comeu um balde de chocolate.

Pelas mãos de Matt Blum e Katy Kessler temos a visão verdadeira do corpo, em fotografias de mulheres ao redor do mundo expondo honestamente sua forma. Demonstrando visualmente aquilo que todos sabemos, mas não admitidos, que estamos nus – se não de corpo, definitivamente na alma.

Você pode ver mais sobre o projeto acessando a página do The Nu Project e ainda pode curtir a página no Facebook.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s